Fórmula 1: Max Verstappen domina e vence o GP de São Paulo

Data:

Compartilhe:

A Fórmula 1 retomou as suas atividades neste final de semana com o Grande Prêmio de São Paulo. Max Verstappen garantiu a vitória da prova depois de uma corrida tranquila sobre a pista seca e o clima quente no Autodromo José Carlos Pace (Interlagos). O piloto da Red Bull Racing triunfou pela 52º vez em sua carreira, garantindo mais um final de semana de celebração para a equipe da Red Bull.

Completando o pódio no Autódromo de Interlagos, Lando Norris (McLaren) ficou com o segundo lugar, enquanto Fernando Alonso (Aston Martin) garantiu o terceiro posto. No Top-5 ainda temos Sergio Pérez (Red Bull) em quarto e Lance Stroll (Aston Martin) em quinto. Carlos Sainz Jr. (Ferrari), Pierre Gasly (Alpine/Renault), Lewis Hamilton (Mercedes), Yuki Tsunoda (AlphaTauri) e Esteban Ocon (Alpine/Renault) fecharam a zona de pontuação.

A CORRIDA: 

Em um belo dia de sol iluminando interlagos, o GP de São Paulo tinha mais uma vez Max Verstappen largando na Pole Position. Charles Leclerc, estava na segunda posição, mas na volta de apresentação, o piloto ferrarista rodou – devido a problemas hidráulicos – e bateu na curva do laranjinha, antes mesmo de ter a bandeira quadriculada.

Com os carros alinhados, a bandeira quadriculada veio e Verstappen sem pressão conseguiu seguir livre para o S do Senna mantendo a liderança da prova. Lando Norris, que saiu de P3, ficou com tranquilamente com a segunda posição, iniciando a sua caçada ao tricampeão mundial de F1.

Antes mesmo da volta 1 de 71, a primeira confusão foi registrada na reta principal. Durante a largada, o piloto da Williams, Alexander Albon, ficou sem espaço e levou um toque de Hulkenberg que gerou uma outra batida de Albon em Magnussen. Ambos os carros rodaram e foram parar na área de escape da curva 1.

A batida entre os pilotos da Williams e Haas gerou a bandeira vermelha, devido aos destroços espalhados pelo circuito. Com isso, alguns pilotos que também tiveram danos, conseguiram tempo hábil para o concerto. Esse foi o caso de Daniel Ricciardo e Oscar Piastri que conseguiram ajustar seus carros para relargarem do pit lane na retomada da corrida. 

Com a relargada, Verstappen manteve o P1 seguido por Norris em segundo e Hamilton em terceiro. Volta a volta, Hamilton foi perdendo desempenho e não conseguiu segurar a pressão de Alonso. O espanhol estava apresentando um ritmo mais rápido e antes da 5º volta de prova conseguiu ultrapassar o carro da Mercedes para ficar dentro do Top-3.

Para Sergio Perez, a corrida em Interlagos tinha um grande valor visto que o vice-campeonato de pilotos ainda está em aberto. O mexicano mostrou um bom desempenho e escalou o pelotão para alcançar os 3 primeiros carros do GP. Na volta 14, depois de travar uma bela disputa com Russel, Perez com o DRS ativado, esperou a freada do jovem piloto da Mercedes para encaixar uma belíssima ultrapassagem no S do Senna. 

Depois disso, o Grande Prêmio de São Paulo teve pouca movimentação até a penúltima volta, quando Perez e Alonso se viram em uma suada disputa pelo terceiro lugar. Depois de ambos os pilotos trocarem a posição, na última volta de corrida Alonso surpreendeu o piloto da Red Bull em uma belíssima ultrapassagem na freada da Curva do Lago. Alonso se consolidou com o P3 enquanto Perez garantiu o quarto lugar. 

Depois de 71 giros na pista mexicana, Max Verstappen passou na bandeira quadriculada para registrar mais uma vitória em 2023. Vale lembrar que o campeonato de construtores e pilotos já foi decidido, faltando apenas o vice-campeonato em aberto. A próxima parada da Fórmula 1 será os Estados Unidos, com o Grande Prêmio de Las Vegas nos dias 11 e 12 de novembro.

CONFIRA O RESULTADO DO GP DE SÃO PAULO DE FÓRMULA 1 2023:

1) Max Verstappen (Red Bull/Honda RBPT)

2) Lando Norris (McLaren/Mercedes)

3) Fernando Alonso (Aston Martin/Mercedes)

4) Sergio Pérez (Red Bull/Honda RBPT)

5) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes)

6) Carlos Sainz Jr. (Ferrari)

7) Pierre Gasly (Alpine/Renault)

8) Lewis Hamilton (Mercedes)

9) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Honda RBPT)

10) Esteban Ocon (Alpine/Renault)

11) Logan Sargeant (Williams/Mercedes)

12) Nico Hülkenberg (Haas/Ferrari)

13) Daniel Ricciardo (AlphaTauri/Honda RBPT)

14) Oscar Piastri (McLaren/Mercedes)

OUT) George Russell (Mercedes)

OUT) Valtteri Bottas (Alfa Romeo/Ferrari)

OUT) Zhou Guanyu (Alfa Romeo/Ferrari)

OUT) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)

OUT) Alexander Albon (Williams/Mercedes)

OUT) Charles Leclerc (Ferrari)

SI202311050791 1
Divulgação
Redação
Redaçãohttps://www.revistafullpower.com.br
O guia que te ajuda a escolher seu próximo carro, acessórios, produtos e serviços automotivos.

━ Relembre ━

Inscreva-se em
nossa Newsletter

━ Mais Lidas da Semana ━

Não é fake: Entenda por que a Citroën vende uma van com duas frentes

Ninguém sabe se ela está indo ou voltando, e...

“Carro voador” da Embraer aparece em estágio avançado de produção

A Eve Air Mobility, empresa do grupo Embraer, revelou...

VW T-Cross 2025 tem visual renovado e mais itens, sem alterar os preços

SUV mais vendido do Brasil, o Volkswagen T-Cross acaba...

Adamastor Furia coloca Portugal no mapa dos países fabricantes de superesportivos

País conhecido pelos ótimos vinhos e pelo delicioso bacalhau,...