A Volkswagen apresentou nesta semana a versão de produção do Polo GTS e do Virtus GTS, configurações esportivas do hatch e do sedã. As vendas, porém, começarão só no fim de janeiro – ou início de fevereiro – de 2020. Os preços oficiais ainda não foram revelados.

Com design inspirado no do Polo GTI europeu, os modelos chamam bastante atenção pelo visual invocado, reforçado por faróis de leds, faixa vermelha na parte interna da grade, rodas de liga leve de 17 polegadas com acabamento preto diamantado e calçadas em pneus 205/50, bancos esportivos do tipo concha e um pequeno spoiler na tampa do porta-malas do Virtus GTS.

Debaixo do capô, a dupla traz o motor 1.4 turbo flex de 150 cv e 25,5 kgfm. É o mesmo propulsor disponível para o Jetta, T-Cross e Tiguan, mas com calibração específica para a linha GTS, de acordo com o fabricante. O câmbio é automático de seis marchas. As suspensões, mais firmes, também receberam um ajuste exclusivo.

Mas e os preços? Embora ainda sejam um mistério, podemos esperar uma cifra na faixa dos R$ 90 mil para o Polo GTS e dos R$ 100 mil para o Virtus GTS.