A Fórmula 1 desembarcou neste final de semana em mais um circuito urbano do calendário. O GP do Azerbaijão, em Baku, não poderia ser mais perfeito para a Red Bull que teve Max Verstappen em primeiro, acompanhado de seu companheiro, Sergio Perez, em segundo. O pódio ainda fechou com George Russell salvando o terceiro lugar para a Mercedes.

A zica anda solta dentro da Ferrari que vem entregando pontos para a Red Bull de uma forma muito fácil. Na largada para a corrida, Charles Leclerc teve uma péssima reação e logo na primeira curva perdeu sua posição para Sergio Perez que saiu de segundo e aproveitou a falha do monegasco para liderar a corrida. 

A prova tinha tudo para ter uma boa disputa pela vitória entre Red Bull e Ferrari, as equipes que atualmente estão na ponta da tabela. Mas a sorte para alguns, às vezes ajuda sem nem precisar fazer alguma coisa, foi o que aconteceu com a Red Bull. A Ferrari, que aparentemente estava bem, teve o abandono do piloto espanhol Carlos Sainz com problemas no motor e a partir daí as coisas ficaram tensas.

Voltas seguintes, foi a vez de Charles Leclerc deixar a prova também com problemas no motor. A Ferrari contabiliza neste ano uma série de erros de estratégia, problemas, e abandonos que irão fazer a diferença para a equipe no final da temporada. Os italianos já mostraram que possuem potencial, mas a falta de sorte vem causando transtorno dentro dos boxes. 

O caminho estava livre para os dois carros da Red Bull fazerem uma corrida tranquila. Sergio Perez largou em segundo, enquanto Verstappen saiu de terceiro. Ambos herdaram a primeira e segunda posição, e a inversão só aconteceu na volta 15, quando Verstappen na reta principal, ultlizou o DRS para ultrapassar o companheiro mexicano. 

Verstappen chega a 25º vitória em sua carreira e a Red Bull soma a terceira dobradinha no ano disparando na liderança isolada do campeonato de construtores. Após a corrida, em entrevista para a F1 TV, Verstappen demonstrou estar bem satisfeito com o desempenho: 

“Hoje nós tivemos um ritmo incrível no carro. No geral, estou muito feliz com o ajuste do carro. Tivemos os dois primeiros lugares como um time. Foi um dia realmente bom para nós”.

O top cinco da corrida terminou com Lewis Hamilton (Mercedes) em quarto e Pierre Gasly (AlphaTauri/Red Bull) em quinto. Entre os destaques, Hamilton foi escolhido pelo público como piloto do dia, pelo desempenho demonstrado na pista. Além disso Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes) terminando em sexto lugar, conquistou o melhor resultado desde o GP da Bélgica do ano passado.

A Fórmula 1 já tem encontro marcado no próximo final de semana, dias 17 e 19 de julho, com o GP de Montreal, no Canadá. 

Confira o resultado do GP do Azerbaijão de F1:

1) Max Verstappen (Red Bull)
2) Sergio Pérez (Red Bull)
3) George Russell (Mercedes)
4) Lewis Hamilton (Mercedes)
5) Pierre Gasly (AlphaTauri/Red Bull)
6) Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes)
7) Fernando Alonso (Alpine/Renault)
8) Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes)
9) Lando Norris (McLaren/Mercedes)
10) Esteban Ocon (Alpine/Renault)
11) Valtteri Bottas (Alfa Romeo/Ferrari)
12) Alexander Albon (Williams/Mercedes)
13) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Red Bull)
14) Mick Schumacher (Haas/Ferrari)
15) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes)
16) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes)
DNF) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)
DNF) Zhou Guanyu (Alfa Romeo/Ferrari)
DNF) Charles Leclerc (Ferrari)
DNF) Carlos Sainz Jr. (Ferrari)

(Photo by Mark Thompson/Getty Images) // Getty Images / Red Bull Content Pool //

(Photo by Clive Rose/Getty Images) // Getty Images / Red Bull Content Pool //