New Civic sonorizado arrepia em campeonatos Hi-Fi

Data:

Compartilhe:

SEGUNDO SETNew Civic tem sonzeira reprojetada e ganha novos componentes para ainda mais qualidade
honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-12
Walter Kitagawa pode ser considerado perito quando o assunto é som automotivo de qualidade. Afinal, já está há 30 anos neste ramo, sob comando da Craft Sound, loja paulistana situada no bairro do Peri-Peri. Além de estar acostumado a montar projetos diferenciados para clientes, o cara também não abre mão de sonorizar seus carros. E este New Civic 2008 que você conhece a seguir é a prova disso. Equipado com uma sonzeira Hi-Fi, a caranga garante curtição diária, arrepia em campeonatos de som e, de quebra, serve de showcar da loja.
Um dos responsáveis pelo projeto é o instalador Marcio Rodrigues. Segundo ele, esta é a segunda configuração do sistema de som, a princípio montado para participar de um campeonato organizado pela marca Ground Zero. “O primeiro ‘set’ da sonzeira já garantia ótimos resultados em relação à qualidade de reprodução. No entanto, por utilizar componentes de outras marcas, não podia participar do campeonato. Walter resolveu desmontar tudo e começar um projeto totalmente novo, trocando todos os equipamentos”, revelou o instalador.

honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-15
No topo da lista dos componentes está o CD-player Kenwood. Equipado com a tecnologia Excelon, ele oferece inúmeras funções de equalização que contribuem para o ganho de qualidade e, além disso, também possui entradas USB e auxiliar (compatível com iPod e iPhone) para garantir mais
comodidade e interatividade a bordo.
E este “plus” de qualidade pode ser facilmente notado assim que o botão play é acionado. Por se tratar de um sistema de som do tipo três vias, quem garante os médios e agudos é um kit duas vias instalado na dianteira, com tweeters posicionados nas colunas A. “O processo de instalação exigiu horas de trabalho e atenção, pois existem muitos detalhes que interferem diretamente no resultado final”, conta Marcio. É o caso do tratamento acústico completo: além de portas e porta-malas, assoalho e colunas A receberam manta especial. “No local dos tweeters, também revestimos com tecido. Isso faz com que o som não reflita e, consequentemente, melhore a sensação de palco sonoro”, completa.

honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-7
Outro detalhe é a caixa criada para os midbass. Moldadas nas portas e com 9 litros cada, fazem com que a definição de timbre dos médios fique ainda melhor.
honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-6
Se o estéreo toca de maneira cristalina, os graves também não ficam devendo em nada. Dando um gás no volume, é possível sentir a potência das batidas vindo do porta-malas. No entanto, ao abrir a tampa do compartimento, a surpresa. Ao invés do subwoofer, apenas o módulo de cinco canais responsável por “empurrar” os falantes fica à mostra.
honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-5
“Optamos por inovar o visual e deixamos o sub escondido. Ele fica voltado para o apoiador de braço do banco traseiro, que serve como um duto de passagem dos graves para o habitáculo”, contou o instalador.
O falante em questão tem 10”, 400 W RMS de potência e fica alojado em uma caixa selada de 30 litros.
honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-3
Assim como o kit duas vias, o cuspidor de graves é conectado ao módulo por meio de cabos RCA da gringa Tchernov. Segundo Marcio, toda a fiação foi cuidadosamente passada e “blindada” para não receber/gerar nenhuma interferência.
honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-13
Para preservar o investimento sonoro, uma bateria extra (somente para alimentar a sonzeira) e porta-fusíveis foram devidamente instalados no Civicão.

Sob avaliação
A título de curiosidade, o proprietário do carro nos contou alguns quesitos avaliados nas competições em que participa. “Fidelidade sonora e cuidado com a instalação são, sem dúvida, os pontos mais relevantes. No entanto, a inovação e criatividade no layout do porta-malas também contam muito no julgamento. Neste caso, o critério de avaliação parte também da própria equipe envolvida, que preenche um formulário especificando o trabalho realizado e dá uma nota para o próprio projeto”, explica Walter.
Como a apresentação geral do carro também é importante, ele é “tratado a pão de ló” e exibe cofre do motor impecavelmente limpo, pretinho nos pneus e rodas Devino cromadonas, modelo Inizio, aro 20”.
honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-11
Elas foram instaladas pela empresa Speed Box e quebram o visual originalzão do Honda.
Satisfeito com o resultado do projeto, Walter promete novidades: “A terceira colocação que conquistamos no último campeonato foi ótima e serviu como incentivo para evoluirmos. Já estamos trabalhando e focando em outras competições”, finaliza.
honda-new-civic-som-fullpower-146-craft-sound-9
Texto: Lucas Ken Ohori
Fotos: Luciano Falconi
[nggallery id=638]

 

Redação
Redaçãohttps://www.revistafullpower.com.br
O guia que te ajuda a escolher seu próximo carro, acessórios, produtos e serviços automotivos.

━ Relembre ━

Inscreva-se em
nossa Newsletter

━ Mais Lidas da Semana ━

Jeep relança Wrangler com pintura cor-de-rosa nos EUA

Após receber uma onda de pedidos, a Jeep decidiu...

As 5 marcas de bateria com melhor reputação, segundo o Reclame Aqui

Você já parou para pensar na importância da bateria...

Nova picape Chevrolet S10 tem pré-venda iniciada por R$ 281.190

Com apresentação ao público marcada para a próxima semana...

BMW X5 será o primeiro carro híbrido produzido no Brasil

O Brasil está prestes a receber seu primeiro veículo...