Parece que a Land Rover se empolgou depois do recorde estabelecido pelo Range Rover Sport SVR na estrada montanhosa de Tianmen, na China. Apesar de já ser um dos SUVs esportivos mais capazes do mercado, a divisão esportiva da Jaguar Land Rover (JLR) quer fazer versões peladonas do utilitário, pra que ele fique ainda mais insano. Ao menos esse é o desejo de Ben Verrechia, engenheiro-chefe do modelo, conforme noticiou a revista Motoring.

Verrechia contou à publicação que já existem algumas “mulas” (modelos de teste) do Range Rover Sport SVR que contam apenas com os dois bancos dianteiros e uma gaiola atrás. Tudo em nome da redução de peso do carro para torná-lo ainda mais rápido. O engenheiro disse que é um dos militantes por uma versão assim dentro da JLR e que atualmente ele já batalha para, pelo menos, colocarem freios de carbono-cerâmica no SUV.

Sob o ponto de vista de quem só se preocupa com diversão e esportividade, não seria nada mal ver uma versão totalmente pelada do Range Rover SVR, capaz de reduzir significativamente os 2.310 kg dele. Isso certamente ajudaria a marca a cravar o próprio recorde de 8min14seg em Nürburgring. Mas a ideia de construir um SUV assim parece radical — e inútil —  demais, pensando no propósito desse carro. Já é estranho ver SUVs, ou seja, modelos para se usar em família, com carrocerias cupê 2+2 e até conversíveis…imagine um que vem com uma gaiola atrás?

É melhor investir grana numa versão assim do F-Type, não? Ou vocês curtiriam um Range Rover SVR estilo um GT3 da vida?