A BMW acaba de apresentar oficialmente o primeiro facelift do Série 3. Por enquanto o sedã só está disponível para a Europa, que começa as vendas em setembro deste ano, mas em breve as produções devem começar na fábrica de Araquari (SC) para o mercado brasileiro. 

O sedã está em sua quinta geração e se mantém consolidado como o carro mais vendido da fabricante. No Brasil, o Série 3 foi responsável por 70% das vendas do segmento com 6.009 emplacamentos, enquanto Mercedes teve 561 e Audi 530. Em 2021 foi eleito na Europa o sedã de luxo mais vendido.

Analisando as mudanças, notamos que o Série 3 recebeu modificações nos faróis de LED que estão mais estreitos com os DRLs diurnos em formato de L invertido. A grade não veio no tamanho exagerado como podemos ver em outros modelos BMW. Se manteve padrão, com retoques nas barras verticais.

Na traseira, um tom mais clean e esportivo ao mesmo tempo. As lanternas traseiras ficaram mais finas e apenas o logo da BMW fica exposto, os demais como nome e modelo do veículo ficaram de fora para o porta-malas aparecer “limpo”. Um extrator discreto na cor preta fica responsável de dimensionar as ponteiras de escapamento com pequenos defletores no canto. 

Nessa geração, todos os modelos do Série 3 virão equipados com rodas de 17 polegadas. Quem procura uma proposta mais esportiva poderá optar pelo pacote M Sport que vai possuir rodas de aro 18”, ponteiras de escape trapezoidais, para-choques de desenho específico, grade em padrão colmeia e tampas de retrovisores em preto brilhante. Ainda possui a opção M Sport Pro com um sistema de frenagem M que inclui pinças vermelhas e revestimentos exclusivos.

 

Divulgação / BMW

O interior, cheio de mudanças, vem com um painel de duas telas digitais com a do quadro de instrumentos de 12,3” e a central multimídia de 14,9”. Lembra muito os modelos híbridos da BMW. Além disso, os botões deram lugar aos comandos táteis e por voz, reduzindo bastante os comandos físicos. 

O conjunto mecânico continua amplo com todos de tecnologia híbrida leve ou mild hybrid. O motor 2.0 de de quatro cilindros fica como base das versões 318i (156 cv), 320i (184 cv), 330i (245 cv). Já o 340i (de 374 cv) usa a unidade 3.0 litros de seis cilindros em linha, com tecnologia mild hybrid.

Os preços do novo Série 3 ainda não foram revelados. Para o mercado nacional o sedã deve chegar em 2023, entre o primeiro semestre. Nos itens de série o BMW traz sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sistema de navegação, retrovisor interno eletrocrômico e ar condicionado automático de três zonas.

Divulgação / BMW