A Ferrari revelou neste mês sua nova cria para as pistas: a 488 GT Modificata. Posicionado entre a 488 GTE e a 488 GT3, o modelo homologado para corridas é descrito pelo fabricante italiano como a síntese perfeita entre os dois esportivos. E será um carro para poucos. Além da produção limitada, inicialmente só poderá ser comprado pelos pilotos que participaram das categorias Competizioni GT e Club Competizioni GT. Os preços ainda não foram divulgados.

Equipada com motor 3.9 V8 biturbo de 708 cv, a 488 GT Modificata recebeu um trabalho específico de downforce para melhorar a aerodinâmica. Os engenheiros moveram o centro da pressão para a dianteira sem aumentar o arrasto e conseguiram um downforce de 1.000 kg a 230 km/h.

O câmbio de dupla embreagem e sete marchas recebeu uma embreagem de fibra de carbono e uma relação específica. Por baixo da carroceria, que usa fibra de carbono e teto de alumínio, está a suspensão da GTE. Os freios foram desenvolvidos em parceria com a Brembo, usando o sistema ABS da 488 GT3 EVO, mas ajustado para a GT Modificata.

Entre os equipamentos de série, destaque para um V-Box que atua em conjunto com um sistema de telemetria da Bosch. Há ainda câmera traseira de alta resolução e monitoramento de temperatura e pressão dos pneus.