A Ford Performance apresentou nos Estados Unidos o novo Ford GT Heritage Edition, edição especial do supercarro inspirada no modelo vencedor das 24 Horas de Daytona em 1966, a primeira vitória da Ford numa corrida de longa duração. O esportivo foi guiado pelos pilotos Ken Miles e Lloyd Ruby. Se você assistiu ao filme Ford v.s Ferrari, com certeza se lembra da façanha, alcançada quatro meses antes de um triunfo que se tornaria ainda maior: o primeiro lugar nas 24 Horas de Le Mans. 

“Miles e Ruby lideraram quase todas as voltas da prova e abriram uma diferença de 48 km sobre os concorrentes”, lembra Mike Severson, gerente de programa do Ford GT. “Foi a primeira vez que alguém ameaçou o domínio da Ferrari na categoria de esportivos e representou uma virada no programa do Ford GT.”

Inspirado no Ford GT40 MK II vencedor de 1966, o novo Ford GT Heritage Edition 2021 tem pintura branco Frozen com capô de fibra de carbono aparente e grafismos assimétricos na cor vermelho Race Red presentes nas bordas da frente e do teto, na porta do motorista e embaixo da asa traseira. 

O número 98 nas portas e aerofólio é aplicado sobre fibra de carbono aparente. As rodas de alumínio forjado de 20 polegadas Heritage Gold vêm com pinças de freio monobloco Brembo vermelhas. A cabine traz detalhes exclusivos, incluindo Alcantara preta no painel, teto e volante, além de paddle shifters anodizados e bancos de competição de Alcantara vermelhos.

Quem quiser um visual ainda mais ousado, há o pacote opcional Heritage com rodas de fibra de carbono exposta de 20 polegadas, cilindro interno vermelho brilhante e pinças de freio monobloco pretas com letras Brembo na cor vermelho. No interior, os painéis das portas são de fibra de carbono aparente com detalhes exclusivos.

As entregas do Ford GT 2021 começam no início do ano que vem e a produção da linha será encerrada em 2022.