A linha 2021 do Audi Q5 foi revelada nesta semana na Europa. O SUV médio reestilizado ficou maior, adotou visual mais parecido com o do Q8, ganhou mais tecnologias e motor com sistema híbrido-leve. Na Alemanha, onde começa a ser vendido no último trimestre do ano, seu preço sugerido é de 48.700 euros – R$ 266.155 na conversão direta, sem impostos.

Debaixo do capô, o Q5 passa a contar com um novo motor 2.0 turbo de quatro cilindros, que tem o auxílio de um sistema híbrido-leve e permite o SUV rodar com o propulsor a combustão desligado a partir de 22 km/h. A potência do conjunto é de 204 cv e o torque, de 40,8 kgfm. 

De acordo com a Audi, o Q5 reestilizado vai de zero a 100 km/h em 7,6 segundos e atinge velocidade máxima de 222 km/h. O câmbio é de dupla embreagem e sete marchas e a tração, integral.

Comparado ao antecessor, o Q5 está 1,9 centímetro mais comprido (ele tem 4,68 metros) e com o design todo repaginado, com destaque para a grade octogonal mais larga, novas entradas de ar e faróis com assinatura de led inédita. As rodas de liga leve – que variam de 17 a 21 polegadas – também são novas, assim como as lanternas, com tecnologia OLED digital.

Por dentro, o SUV adota a nova geração da central multimídia da Audi, cujo sistema é dez vezes mais rápido que o anterior, de acordo com a marca. A tela sensível ao toque de 10,1” permite o espelhamento de celulares e passa a ter suporte ao Amazon Alexa, assistente pessoal de inteligência artificial que possibilita executar funções do carro por comando de voz.

Na pré-venda do Q5 reestilizado, será oferecida a versão Edition One. A configuração especial adiciona o pacote S Line com detalhes preto brilhantes na carroceria, pinças vermelhas nos freios a disco, rodas de 19 polegadas e bancos esportivos.