A Opel revelou nesta semana um conceito elétrico que fez muita gente relembrar o Chevrolet Chevette tubarão. E não foi à toa, afinal, o Manta GSe resgata o nome de um modelo que, há 50 anos, tinha um design muito próximo ao do clássico nacional da GM. De acordo com a Opel, a novidade traz a emoção do passado com tecnologia de ponta do futuro.

É impossível mesmo não ser nostálgico ao olhar para o Manta GSe, que tem três volumes bem definidos, faróis incorporados à grade, lanternas duplas circulares, para-choques recuados, janelas de contornos arredondados, pequenos retrovisores fincados nas portas, maçanetas retrôs, além da clássica pintura amarela com capô preto, volante esportivo simples e vidros a manivela.

Mas há, claro, uma combinação do retrô com recursos da modernidade, como central multimídia com tela sensível ao toque, acabamento de Alcantara e preto brilhante, rodas de 17 polegadas com pneus 195/40 na dianteira e 205/40 na traseira, faróis e lanternas de led e quadro de instrumentos digital.

O conjunto mecânico do Opel Manta GSe é composto por um motor elétrico de 149 cv de potência e 26 kgfm de torque, com tração traseira, e câmbio de quatro velocidades simuladas, com opção de modo automático ao posicionar a alavanca quarta marcha. Será que faria sucesso nas ruas?